O défice de participação da sociedade civil portuguesa é o primeiro responsável pelo "estado da nação". A política, economia e cultura oficiais são essencialmente caracterizadas pelos estigmas de uma classe restrita e pouco representativa das reais motivações, interesses e carências da sociedade real, e assim continuarão enquanto a sociedade civil, por omissão, o permitir. Este "sítio" pretendendo estimular a participação da sociedade civil, embora restrito no tema "Armação de Pêra", tem uma abrangência e vocação nacionais, pelo que constitui, pela sua própria natureza, uma visita aos males gerais que determinaram e determinam o nosso destino comum.

quarta-feira, 2 de agosto de 2017

Armação de Pera: Festa de Nossa Senhora dos Navegantes

1 comentário:

Anónimo disse...

A procissão passou a ser só por terra desde que o padre e as beatas deixaram de acreditar na Nossa Senhora dos Navegantes, ao que consta tem medo de morrer afogados.
Esquecessem que a igreja foi construída com dádivas dos homens do mar! Nessa altura o turismo dava os primeiros passos e não existia a Vila Vita, que nesta terra tudo e a todos quer comprar!

Armação de Pêra em Revista

Visite as Grutas

Visite as Grutas
Património Natural

Algarve